Géneses do Curso

A Licenciatura em Arquitectura da Universidade Lusíada de Angola constituí um espaço de ensino, debate e pesquisa no âmbito da autonomia disciplinar da arquitectura.

Aqui se divulgam e se experimentam as mais diversificadas tendências relativas ao pensamento e à prática disciplinar habilitando os estudantes a protagonizarem o fundo do exercício da Arquitectura na perspectiva da construção e requalificação do património edificado e urbano.

 

O aprofundamento dos estudos e a investigação estarão garantidos pela existência de cursos de especialização e mestrados em harmonia com o CEICA – Centro de Estudos e Investigação de Arquitectura, Urbanismo e Design.

 

Os arquitectos estudam, idealizam, projectam e acompanham a construção de edifícios e são também responsáveis por projectos de Urbanismo e Planeamento que regulam o desenvolvimento urbano das cidades, enquadrando conjuntos habitacionais e de escritórios, parques industriais e complexos turísticos, áreas verdes e equipamentos de saúde e desportivos, religiosos e comerciais. Alguns arquitectos especializam-se em arquitectura de interiores e dedicam-se também a preservar o património arquitectónico, ocupando-se da conservação e restauro de edificações antigas e de espaços urbanos. SAÍDAS PROFISSIONAIS

Arquitectura, Design, Funcionalismo Público, Autarquias, Ensino, Investigação e outras. 

 

 

Universidade Lusíada de Angola

 

Visão

O Departamento de Arquitectura da Universidade Lusíada de Angola tem como visão institucional fortalecer-se como centro de referência em educação nas áreas de Urbanismo, Arquitectura e Design buscando a excelência nas suas actividades, numa perspectiva de melhoria contínua da qualidade das mesmas, promovendo condições para um exercício profissional relevante e pertinente por parte de diplomados altamente qualificados.

 

Missão

Como resultado da sua condição de Faculdade enquadrada na Universidade Lusíada de Angola, o Departamento de Arquitectura tem por missão a criação, transmissão e valorização social e económica do conhecimento e da cultura nos domínios das ciências do Urbanismo, da Arquitectura, e do Design e preparar e desenvolver quadros qualificados capazes de contribuir para uma sociedade mais justa, com espírito de liderança, profissionalismo e inovação, com potencial de transformação e actuação regional e global, num quadro de pluralidade e de garantia de liberdade intelectual e científica, de respeito pela ética e de responsabilidade social.

 

Objetivo

— Empenho na formação e na divulgação das correntes de pensamento mais actuais, no que concerne à prática e à forma do novo arquitecto em Angola, perfeitamente Africano e “cidadão” do Mundo, com a preocupação de lhe ministrar conhecimentos que o capacitem e integrem profissionalmente e lhe permitam a prática de todos os actos profissionais inerentes à profissão de Arquitecto.

 

— Proporcionar ao futuro Arquitecto um percurso curricular teórico e prático, utilizando mecanismos que visam fornecer elementos que facilitem a compreensão dos fenómenos que envolvem a Arquitectura e as tecnologias, o conhecimento adequado em matéria de urbanismo, bem como o desenvolvimento e o aprofundamento de representação arquitectónica, ou as definições estruturais e os pormenores construtivos do projecto que o habilite a participar activamente nas diversas solicitações profissionais do universo da Arquitectura. Para isso, o aluno é, desde o início, convidado a participar em trabalhos práticos, pondo em contacto os conhecimentos que vai adquirindo, com a realidade profissional, permitindo uma progressiva integração no mundo laboral. 

 

— Acompanhamento e apoio nominal aos trabalhos e à investigação desencadeada pelos alunos sobre o acto projectual e ideias de experimentação, com base na utilização de linguagens que vão do estudo do território, à interpretação da estrutura urbana da cidade, à investigação histórica e à organização dos núcleos rurais na paisagem, ao objecto arquitectónico, às técnicas construtivas e aos materiais utilizados, de acordo com os valores e as especificidades de cada comunidade ou de cada lugar.

 

— Dar uma preparação básica aos futuros licenciados em termos de divulgação e de experimentação das mais diversas tendências relativas ao pensamento e à prática disciplinar, habilitando-os a protagonizar o futuro do exercício da Arquitectura na perspectiva da construção e da requalificação do património edificado e urbano. O nosso projecto é a criação de um curso integrado com a realidade angolana (como primeiro objectivo), podendo abrir portas interessantes para a formação e a melhor resposta profissional dos nossos alunos perante uma Angola que se pretende mais aberta, dinâmica e interactiva relativamente aos países que fazem parte do nosso universo histórico e contemporâneo.

 

Articulação institucional do curso com as faculdades e/ou departamentos dentro da universidade

O plano curricular do curso de Arquitectura apresenta uma grande interdisciplinaridade, reconhecendo-se como áreas de interface a Matemática, a Economia, o Projecto, o Desenho e as Construções. Deste modo, o Departamento de Arquitectura funciona em estreita ligação com os Departamentos de Recursos Humanos, Direito, Relações Internacionais e Psicologia da Universidade Lusíada de Luanda.

 

Enquadramento do curso na área científica, a nível nacional e Internacional

Os programas das diferentes disciplinas do currículo do curso de Arquitectura da Universidade Lusíada de Luanda, são orientados no sentido de potenciar a formação do Arquitecto nos planos morfológico, cultural, económico e social, nos domínios científico e tecnológico, bem como no conhecimento das belas-artes, enquanto factores susceptíveis de influenciar a qualidade da concepção arquitectónica. Daí que o programa e as áreas de intervenção seleccionados no início de cada ano lectivo, para desenvolver os diferentes trabalhos nos diferentes anos, sejam o pretexto para exprimir a validade do pensamento criativo, quando a utopia e a ficção já não são suficientes, fazendo-os corresponder a casos reais detectados nas estruturas urbanas, em lugares sujeitos a forte pressão urbanística de transformação. 

 

Neste contexto, o objectivo de cada trabalho incide num percurso de escala progressiva, onde o âmbito e a complexidade na resolução dos problemas que advêm do projecto permitem valorizar as razões objectivas e fundamentadas na inter-relação que se estabelece pluridisciplinarmente, permitindo ao aluno a demonstração de todos os conhecimentos adquiridos, enquanto modo de incorporar e de valorizar o modelo de decisão. Isto porque, na relação que se gera entre os actos de aprender e de ensinar, exige-se que à explicação das propostas por parte do aluno corresponda sempre o comentário à solução e aos aspectos mais operativos do projecto, tendo em vista potenciar as qualidades que o diferenciam relativamente aos restantes elementos do grupo, assim como assinalar as questões instrumentais que o projecto ainda não tenha resolvido.

 

A licenciatura em Arquitectura da Universidade Lusíada de Luanda foi realizada tendo como base o Plano Curricular da Universidade Lusíada de Portugal, que está enquadrado pelo Decreto-Lei Português n°166/88 de 14 de Maio e responde ao art.º 3° da Directiva Comunitária 85/384/CEE. Pretendemos com isso aproximar ao máximo o nosso curso ao Português, para que no futuro as nossas licenciaturas possam ser reconhecidas não só em Portugal como em toda a Comunidade Europeia.

 

Com os conteúdos atrás descritos, das diferentes áreas científicas que compõem o curso de Licenciatura em Arquitectura, pretende-se proporcionar aos alunos conhecimentos sobre as diversas vertentes em que a Arquitectura se exprime e, ao mesmo tempo, prepará-los para o exercício da profissão.

 

Deste modo, além de se pretender capacitar o aluno para a criação de obras arquitectónicas e compreender a Arquitectura como processo, pretende- se enquadrar o aluno com conhecimentos sobre a Arquitectura como fenómeno cultural, como fenómeno profissional, como fenómeno científico, como fenómeno artístico, como fenómeno morfológico, como fenómeno social, como fenómeno económico, como fenómeno utilitário, como fenómeno estático e como fenómeno tecnológico.

 

A formação personalizada e a capacidade deste curso para propiciar o maior número possível de contactos de alunos e professores com Instituições Universitárias estrangeiras são avais do nosso esforço colectivo por implementar e conseguir um curso de Arquitectura diferente.

 

Histórico

 

Como Começamos

 

Os anseios que estiveram presentes na decisão da Universidade Lusíada de Luanda de pôr a funcionar este curso de Licenciatura foram de várias ordens:

 

Em primeiro lugar, a intenção de satisfazer uma necessidade social que se consubstanciava, então, na carência sentida de profissionais competentes e capazes na Arquitectura, uma vez que os existentes eram em escasso número, devido à existência de apenas um Departamento de Arquitectura em Luanda, pertencente à Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto.

 

Em segundo lugar, a Universidade Lusíada, fiel aos princípios que nortearam a sua criação, sentiu o apelo de centenas de jovens que pretendiam o acesso a essa profissão e viam o seu sonho de vida frustrado devido ao escasso número de alunos que aquela Escola Pública então admitia. Não cobrindo ainda o acervo do potencial de intervenção tradicional do Arquitecto, a Universidade Lusíada de Angola abre, deste modo, novos caminhos para uma profissão e uma arte tradicionalmente polifacetada, mas que a exponencial mutação do sistema exigem.

 

Em terceiro lugar, porque as entidades responsáveis pela Universidade Lusíada, deram os seus primeiros passos, sentindo-se com capacidade e meios para vencer este desafio proporcionando ao país e a estes jovens um ensino de qualidade que lhes permitisse ingressar na profissão.

 

Protocolos

Desde o seu surgimento o Departamento de Arquitectura em conjunto como CEICA, zela por estabelecer um forte elo de ligação com outras instituições de forma a promover o trabalho de equipa e relação com a realidade externa à Academia.

 

Deste modo, ao longo do percurso foram efectivados vários protocolos que permitem a colaboração entre a academia e a sociedade, nomeadamente Memorando de Entendimento entre a Universidade Lusíada de Angola (ULA) e a Administração Municipal de Viana (AMV), no âmbito do Projecto de Pesquisa das Cidades de Luanda, com a Disciplina de Projecto II, em 2018 e 2019, e o Memorando de Entendimento para a Implementação de um Projecto de Extensão e de um Programa de Estágio entre a Empresa

 

Gestora de Terrenos Infra-Estruturados (EGTI)  e a Universidade Lusíada de Angola (ula), em  2021

 

Eventos

O Fórum de Arquitectura com a Curadoria do CEICA, é o principal evento do Curso de Arquitectura desde 2006. Um evento que já atingiu o âmbito internacional o Fórum de Arquitectura (no presente ano, o 16º) realização) desenvolveu ao longo dos anos identidade própria e em caso particulares assumiu a vanguarda na definição de linhas de pensamento científico como: a preservação do património arquitectónico, a importância da requalificação e inclusão dos musseques, a arte urbana, entre outros.

 

A sua existência deve-se ao esforço contínuo de professores e estudantes da Universidade Lusíada de Angola, que ao longo destes anos, criaram esta tradição no mundo académico angolano que promove um evento que celebra a Arquitectura e tudo que a envolve, promove o intercâmbio entre universidades nacionais e internacionais e a cultura da reflexão crítica e do debate científico.

 

A participação dos docentes e estudantes tem-se concretizado através de uma notável dinâmica desde a elaboração de artigos, participação e moderação em debates e conferências, participação em concurso dedicados a estudantes (Charrete), entre outros.

 

Oferta Educativa

 

O Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Lusíada de Angola é uma instituição de alto nível, orientada para a criação, transmissão e difusão da cultura, do saber e da ciência através da articulação do ensino, da investigação e do desenvolvimento experimental.  Centrada na actualização das necessidades de mercado, a oferta formativa contém uma importante componente prática, associada a uma sólida componente científica, dotando assim os estudantes da Faculdade com um conjunto de competências que lhes permite uma rápida e relevante inserção no mercado de trabalho. 

 

Procuramos desenvolver uma cultura de ensino exigente e rigorosa aliada ao excepcional espírito de entreajuda entre os nossos estudantes, a restante comunidade académica, não esquecendo a perspectiva de acção social através de programas dirigidos á sociedade com o intuito de contribuir para a melhor qualidade de vida do cidadão.

 

Associado a um ensino exigente e corpo docente de elevado mérito, o Departamento de Arquitectura é umas das primordiais referências nacionais no ensino das áreas Urbanismo, Arquitectura e Design. A oferta formativa do Departamento de Arquitectura compreende somente uma licenciatura, mas é preponderante que este Departamento alargue a sua oferta com formações que respondam às necessidades do Mercado em que existem algumas competências em falta, nomeadamente na área do Urbanismo, Design, Património e Tecnologias Digitais.

 

Para mais informações baixas aqui o PDF

Licenciatura em Arquitectura